Suporte técnico de acasalamento



                A Hungaro Soares desenvolveu uma técnica para que não se realize maus tratos com a fêmea (evitando uma concepção por estupro) e para que a gestação transcorra naturalmente até o parto. Existem casos em que a fêmea ataca outros cães de forma anti-social levada pelo condicionamento errado. No momento de aproximar os cães para o acasalamento, a fêmea atacará o macho e ela não modificará o seu comportamento por estar no cio. Portanto, o ato de amordaçar a cadela e segurá-la para o macho efetuar monta, constitui uma violência física e psicológica para a fêmea. Neste sentido, nossa técnica consiste em realizar uma socialização entre macho e fêmea desconhecidos.

                Vale lembrar que existem criadores que são conscientes e diante de tal situação descrita, procuram um serviço especializado a fim de realizar um bom acasalamento, preservando a saúde física da fêmea e do macho. Outro importante objetivo é a conscientização para que a cria não se transforme apenas em sinônimo de valor monetário. Entre em contato conosco:

escola@hungarosoares.com.br




|  Principal   |  A espécie Canis familiaris   |  Currículo do instrutor   |  Criação do método Hungaro Soares  |
|  Tire suas dúvidas sobre "raça ideal"   |  Socialização entre cães e humanos   |  Comportamento com filhotes  |
|  Comportamento ambiental   |  Busca de bons exemplares   |  Suporte técnico de acasalamento  |
|  Aulas particulares   |  Uso dos cães para a guarda   |  Cursos profissionalizantes   |  Materiais Hungaro Soares  |
|  Os cães no esporte   |  Informativo mensal   |  E-mail   |  Links  |


"É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site, tais como textos, fotos, desenhos e qualquer tipo de imagem, seja através de mídia eletrônica, impressa, ou qualquer outra forma de distribuição. Os infratores serão indiciados e punidos com base na lei nº 5.988 de 14 de dezembro de 1973 (Lei de Direitos Autorais)."